close-up portrait of an elderly man, his ear hurts

Sangramento no ouvido: por que acontece e como tratar

A otorragia, ou sangramento no ouvido, é causada, normalmente, por uma lesão no canal do ouvido ou no tímpano (membrana timpânica). Em alguns casos, o sangramento pode vir acompanhado de outros sintomas, como tonturas, enjoos, vômitos, dores de cabeça, zumbido e diminuição da audição.

Existem vários fatores e causas que podem levar ao sangramento do ouvido. Os principais são:

  • Manipulação do canal auditivo: uso de hastes flexíveis, grampos, tampas de caneta, lápis e palitos pode provocar o sangramento no ouvido;
  • Prática de esportes violentos: rúgbi, boxe, jiu-jitsu, entre outros que podem levar a pancadas no ouvido;
  • Perfuração do tímpano: pode causar sintomas como sangramento no ouvido, dor e desconforto no local, perda de audição, zumbido e vertigem que pode ser acompanhada por náuseas ou vômitos;
  • Otite média: uma inflamação do ouvido que geralmente resulta de uma infecção e que pode causar sintomas como pressão ou dor no local, febre, problemas de equilíbrio e secreção de líquido.
  • Barotrauma: caracteriza-se por uma grande diferença de pressão entre a região exterior do canal auditivo e a região interior, o que pode acontecer em mergulhos e voos, por exemplo;
  • Miringite bolhosa: infecção bacteriana com formação de bolha na membrana timpânica, cujo conteúdo é sangue. Ao se romper, essa membrana solta todo o sangue;
  • Trauma de crânio. 

Além disso, o sangramento frequente no ouvido pode indicar um problema mais sério. A otorragia pode ser consequência de uma variedade grande de doenças. Sabendo a causa do sangramento no ouvido, institui-se o tratamento base para alívio dos sintomas e para evitar outras complicações.

Começou o sangramento no ouvido, o que fazer?

Caso a pessoa tenha um sangramento súbito no ouvido, é recomendado procurar ajuda médica imediatamente. Em nenhuma hipótese se deve manipular as orelhas, nem introduzir objetos nelas, tais como hastes flexíveis, grampos, entre outros. A indicação é manter repouso e fazer compressão local externa até o atendimento médico.

O diagnóstico é realizado pelo médico otorrinolaringologista, por meio de exames clínicos como a otoscopia, para verificar o estado da membrana timpânica e a origem da lesão.

O tratamento irá depender do tipo de lesão. As perfurações do tímpano regeneram ao fim de algumas semanas, por exemplo. Nesse caso, durante esse período, deve-se proteger o ouvido com um algodão ou um tampão adequado quando houver contato com a água. O médico pode ainda indicar o uso de antibióticos e anti-inflamatórios.

No caso das otites, o otorrinolaringologista poderá indicar o uso de analgésicos e anti-inflamatórios e, quando necessário, um antibiótico. Casos mais graves, como o barotrauma, podem requerer cirurgia. Por isso, o ideal é procurar um especialista assim que o sangramento no ouvido tiver início, a fim de evitar complicações e promover o tratamento rápido e adequado para o problema.

Quer saber mais? Clique no banner!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp