secreção no ouvido

Secreção no ouvido: por que acontece e como tratar

Secreção no ouvido, ou otorreia, é sinônimo de que há algo errado nessa região. O aspecto da secreção depende daquilo que a causa. O líquido que sai do ouvido pode ser seroso, esbranquiçado, conter sangue ou pus. As causas podem variar, mas, normalmente, a secreção vem acompanhada de dor de ouvido, febre, prurido, vertigens, zumbidos e perda auditiva.

Causas

A otorreia pode ser aguda ou crônica e se originar na calota craniana, na orelha média ou no canal auditivo externo.

Colesteatoma

O colesteatoma é uma patologia benigna que surge no ouvido médio. Seu crescimento pode atingir o canal auditivo externo e o ouvido interno. Dentre os sintomas, estão: otorreia, dor, perda auditiva, vertigem e paralisia facial.

Tratamento

A cirurgia é o tratamento indicado para a retirada do colesteatoma.

Mastoidite

A mastoidite é uma inflamação no osso mastoide, localizado atrás da orelha. Ela acontece, geralmente, quando uma otite média não é tratada ou quando é tratada de forma errada. Assim, a infecção se espalha, atingindo o osso mastoide. Quando graves, casos de mastoidite podem formar um abscesso atrás da orelha.

Tratamento

O tratamento dura cerca de duas semanas, com o uso intravenoso de antibióticos. Pode ser que seja necessário realizar a drenagem da secreção.

Otite média

Causada geralmente por vírus e bactérias, a otite média pode ser proveniente, também, de

alergias, infecções fúngicas e traumatismos. A otite pode surgir com um resfriado, gripe, infecções de garganta e infecções respiratórias, como a sinusite. Dentre os sintomas, estão a secreção no ouvido, dor forte, febre, perda de audição, irritabilidade e vermelhidão.

Tratamento

O tratamento da otite média abrange o uso de antibióticos e analgésicos. Após o tratamento, se o paciente ainda tiver o sintoma de perda auditiva, é necessário averiguar se há secreção retida. Nesse caso, a retirada deve ser realizada por meio de procedimento cirúrgico.

Otite externa

Esse tipo de infecção também causa secreção. Causada geralmente por fungos e bactérias, a otite externa acontece quando esses micróbios conseguem adentrar a orelha, seja pela inserção de objetos como hastes flexíveis, seja pelo contato com água contaminada. Os sintomas da otite externa são dor muito forte, perda de audição, secreção e prurido.

Tratamento

A otite externa é tratada com analgésicos e medicamentos tópicos, como antifúngicos e antibióticos.

Tímpano perfurado

O tímpano é uma membrana que separa o ouvido interno e o externo. Sua perfuração pode ser temporária ou permanente e pode ocorrer devido a causas infecciosas, como otites, e traumáticas, como perfurações de objetos inseridos na orelha, quedas e aumento da pressão atmosférica. Os sintomas são a forte dor de ouvido, zumbido, vertigem, perda parcial ou total da audição. No caso da perfuração do tímpano, a otorreia é serosa, purulenta ou com sangue.

Tratamento

Perfurações pequenas curam-se sozinhas, mas deve-se proteger os ouvidos ao entrar na água. Em casos de lesões maiores, é recomendado o uso de antibióticos e cirurgia.

Traumas

Lesões na cabeça podem causar secreção acompanhada por sangue.

Tratamento

Um médico deve ser procurado com urgência caso haja lesão na cabeça.

A secreção no ouvido ocorre por diversas causas. Por isso, a qualquer sinal de dor, otorreia ou alteração no sistema auditivo, é indicada a procura médica. Dessa maneira, além tratar a patologia, evita-se, também, possíveis complicações, como a perda da audição.

Quer saber mais? Clique no banner!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp